Aberta convocatória para workshop com a artista coreográfica Ana Pi

Oficina com a brasileira radicada na França acontece nos dias 2 e 3 de agosto, em Porto Alegre

Está aberta a convocatória para o workshop Corpo Firme, ministrado por Ana Pi, artista coreográfica e da imagem, pesquisadora das danças urbanas, dançarina contemporânea e pedagoga radicada na França. A oficina acontecerá nos dias 2 e 3 de agosto de 2019, das 10h às 13h, na sala Cecy Franck da Casa de Cultura Mario Quintana – CCMQ (Rua dos Andradas, 736), com realização da Aliança Francesa Porto Alegre, por meio da Lei de Incentivo à Cultura. São 25 vagas e as inscrições podem ser feitas pelo email cultura@afpoa.com.br até o dia 31 de julho (ou até serem preenchidos os lugares disponíveis). Participação livre.

Por meio da prática de danças negras sagradas, bem como das originárias de áreas periféricas de metrópoles, cada vez mais presentes nos palcos, este workshop será uma oportunidade para questionar noções como pertencimento, apropriação ou deslocamento cultural nas criações atuais. Pesquisas coletivas sobre adaptação, groove, improvisação e freestyle são a base desta prática. Dançar em roda, ativar os pés, a pélvis e os olhos são percebidos como gestos sagrados, produtores de expansão em permanência. 

 

O estudo de cada contexto histórico, social e político dessas danças, negras sagradas e periféricas, também será evocado com o objetivo de contribuir para a implosão de uma certa ideia de efemeridade a qual estas linguagens coreográficas são frequentemente identificadas.

 

Sessão performada

 

No dia 3 de agosto, às 20h, Ana Pi realiza uma sessão performada do filme NoirBLUE - deslocamentos de uma dança (27’), realizado em 2016 em 9 países da África (Níger, Burkina, Mali, Nigéria, Angola, Guiné Equatorial, Costa do Marfim, Etiópia e Mauritânia), viagem que deu origem ao filme que será exibido pela primeira em Porto Alegre. A apresentação acontece na galeria Xico Stockinger do Museu de Arte Moderna do RS (MACRS), dentro da programação do projeto Casa Expandida, da CCMQ.

 

NoirBLUE foi recompensado como Melhor Curta-Metragem Brasileiro em diversos festivais, como Janela de Recife e FestCurtas de Belo Horizonte. Ganhou o prêmio ecumênico no 65º Festival de Curtas de Oberhausen, e também apresentado no FórumDOC (Belo Horizonte), Semana de Realizadores (Rio de Janeiro), Mostra de Tiradentes, IFFR (Roterdã, Holanda) e MOVE Centre Pompidou (Paris, França).

 

A síntese da pesquisa pode ser conferida nos seguintes links:

https://vimeo.com/254296307

https://vimeo.com/254296273

 

A participação de Ana Pi em Porto Alegre é uma realização da Aliança Francesa Porto Alegre, com patrocínio da Timac Agro e apoio da CCMQ e MACRS, por meio da Lei de Incentivo à Cultura.